Retrato Rio Teste Topo
14/12/2018 (Atualizada em 14/12/2018)

Zezé Motta lança biografia no Rio

'Zezé Motta - Um Canto de Luta e Resistência' saiu pela Editora Nacional

Lucy Ramos, Zezé Motta e Cacau Hygino | Foto: Mariama Prieto
A atriz e cantora recebeu amigos, familiares e muitos fãs na tarde desta quinta, 13, na Travessa de Ipanema, para lançar sua biografia que faz parte da comemoração dos seus mais de 50 anos de carreira. Firmada no cenário artístico como umas das atrizes mais completas, talentosas e carismáticas do Brasil, o livro que sai pela Companhia Editora Nacional, escrito por Cacau Hygino, vai fugir de polêmicas, mas não esconderá episódios marcantes da vida pessoal e profissional da grande artista. Nele, a própria atriz e cantora conta como encara a velhice, o sexo, o racismo, entre temas como vacilos da vida e manias. Um afogamento sofrido por Zezé, por exemplo, rende um bom capítulo no livro. 

Memórias:
Durante as filmagens de Xica da Silva em (1976), em uma cena gravada num barco, houve um acidente e a atriz quase morreu quando se descuidou e caiu. Zezé usava na época um uma extremamente pesada, com muitos panos, e uma saia armada. Foram minutos imergida engolindo água contaminada e a artista não sabe nadar. Foi salva por uma pessoa da equipe. O acidente passou até no Fantástico no ano de 76, e as filmagens só foram retomadas um mês depois. A obra tem prefácio do cineasta Cacá Diegues com quem Zezé transcende as telas e cultiva uma longa e duradoura amizade.  

Na terceira e última parte, depoimentos de amigos, familiares e colegas de cena engrandecem o livro, entre eles os atores Lázaro Ramos, Alessandra Maestrini, Carlinhos de Jesus, Lúcia Veríssimo, Rosamaria Murtinho, Silva Pfeifer e Taís Araújo que falam de sua proximidade com a estrela e sobre a sua importância como companheira de trabalho. No caso de Taís e Lázaro Ramos, por exemplo, ela foi uma espécie de madrinha. Lázaro diz que com Zezé aprendeu a fazer um currículo e a se “vender” profissionalmente, por meio de um projeto dela de cadastro de atores negros Brasil afora, numa época em que atores negros eram mero elenco de apoio na teledramaturgia. 
Roge Gobeth entre Zezé Motta e Cacau | Foto: Mariama Prieto
Zezé Motta, Thalita Rebouças, Cacau Hygino e Marcella Rica | Foto: Mariama Prieto
Ana Lucia Torre e Sylvia Massari | Credito: Ariel Cavoti
Silvia Pfifer entre Zezé Motta e Cacau Hygino | Foto: Mariama Prieto
Cacau Hygino, Zezé Motta e Vinicius Belo | Foto: Mariama Prieto
Zezé Motta, Claudia Wildberg, Yuri Ribeiro e Cacau | Foto: Mariama Prieto

Na galeria, você confere mais retratos de Ariel Cavoti:









STES shop2gether
RODAPE SITE1
retratorio

© Retrato Rio. Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Rique Botelho