Quiosque Arab comemora 18 anos de sucesso

Foto: Divulgação

Localizado em um dos cartões postais mais bonitos da cidade,
Quiosque Arab, na Lagoa Rodrigo de Freitas, comemora 18 anos de sucesso
com muita música e novas receitas. Para festejar o aniversário, no dia 09/04, a
Vivian Arab, chef e fundadora do Arab, convida Leo Gandelman, um dos
saxofonistas mais conceituados do país, para tocar uma noite de jazz. 

Para dar início ao novo ano do quiosque, a chef abrilhanta
seu cardápio com novidades. Desta vez, ela inova nos recheios dos sanduíches,
que são servidos com pão pita artesanal, e batiza com nomes que fazem
referência a zonas de conflito do Oriente Médio. Os protagonistas da
temporada são: “Saudades de Palmyra”, feito com quibe cru, coalhada seca,
hortelã e cebola frita; “Bravos Sírios Bravos Curdos”, linguiça artesanal de
cordeiro acebolada, pasta de menta com hortelã e tomate; “Entre dois amores
Homs e Aleppo”, hamburguinho de pernil de cordeiro com pasta de hortelã,
coalhada, alface e cebola frita e “Jardins do Éden em Damasco”, com falafel com
picles caseiro, alface, tomate, coalhada e molho taratur à base de tahine (R$
35 cada um). “Quis trazer a lembrança desses locais que um dia já foram belos e
maravilhosos, que acalentaram uma cultura tão rica e tão cheia de inovações,
mas que hoje em dia pedem socorro”, conta ela. 

E claro que não poderia faltar o brinde ao melhor estilo
árabe. Os drinques com arak, bebida destilada feita com uva, tradicional
do Oriente Médio, ganham novas versões. Para a temporada, Vivian aposta nos
sabores arak com maracujá e hortelã e arak com morango e hortelã (R$ 24 cada).

Sobre a chef Vivian Arab:

Autodidata, a psicanalista Vivian Arab começou a cozinhar
com os livros de receita deixados de herança pela mãe. Descendentes de sírios e
libaneses, ela aprendeu as comidas típicas com as mulheres da família, onde
cursou uma verdadeira “universidade gastronômica familiar”. “Escolhia a melhor
em cada um dos pratos e pedia que me ensinasse até eu ficar satisfeita com o
que estava fazendo”, conta a chef, que vem ao longo desses anos desenvolvendo
uma cozinha autoral com receitas próprias.

Deixe uma resposta