Retrato Rio Teste Topo
26/06/2015 (Atualizada em 27/06/2015)

Zezé em 7.1

RR preparou uma homenagem para a atriz e cantora que completa setenta e um anos neste sábado

Zezé Motta | Foto: Divulgação

Maria José Mota de Oliveira, mais conhecida como Zezé Motta, nome artístico que lhe foi dado por Marília Pêra, sua comadre - Zezé é madrinha de Nina, filha de Marília e Nelson Motta -, é uma musa de verdade! Inspiradora para Caetano, Moraes Moreira, e Rita Lee, Zezé é dona de uma voz quente e aveludada, que leva todos à loucura quando canta “Postal de Amor”, “Soluços”, “Rita Baiana”, “Oxum” entre outras que fazem parte do seu repertório.

Há quem se lembre de Zezé Motta apenas como atriz - difícil mesmo dissociar sua figura da bela e sedutora Xica da Silva -, mas essa é apenas uma das facetas da artista. Um dos últimos trabalhos como cantora, se tornou sucesso absoluto no cenário musical do país. Prosear com ela é reencontrar Xica, Dandara, Lulu Kelly, Titina, Paula, Dorinha, Nossa Senhora, Condessa de Almaviva, Crioula, tantas e tantas personas que a nossa cantoratriz encarnou ao longo de uma carreira que ainda promete dar o que falar.

Foi pré-indicada ao Nobel. De mil mulheres a quem o prêmio resolveu prestar homenagem, 33 foram do Brasil e Zezé esteve entre elas. Onde ela vai parar, ninguém sabe. Como diz a canção Pecado Original, de Caetano: A gente nunca sabe mesmo / o que é que quer uma mulher.

Zezé afirma buscar personagens nas músicas que canta. É incrível a história acerca da interpretação de Postal de Amor, assim como um episódio do filme El Mestizo, rodado na Venezuela.

As histórias de Zezé impressionam, ora pela carga de normalidade ora pelo quê de inusitado. Pois Zezé é assim: uma diva espontânea, complexamente simples, iluminada pela própria natureza e não por artifícios exteriores.










STES shop2gether
RODAPE SITE1
retratorio

© Retrato Rio. Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Rique Botelho