Aviador de caça durante doze anos, Flavio Kauffmann lança ‘O Céu da Itália’

Capa livro O Céu da Itália, de Flavio Kauffmann | Foto: Reprodução

A trajetória de um piloto da Força Aérea Brasileira durante
a Segunda Guerra Mundial está contada no livro “O Céu da Itália”, romance de
estreia do carioca Flavio Kauffmann. Com lançamento no dia 06 de dezembro na Livraria
da Travessa do BarraShopping, no Rio de Janeiro, e distribuição para as
principais livrarias do Brasil, a obra acompanha os sabores e dissabores de
um bravo voluntário que integra o Primeiro Grupo de Aviação de Caça. 

Com base em fatos históricos e em sua própria experiência
como aviador de caça durante 12 anos, Flavio Kauffmann presta uma bela
homenagem à participação brasileira na Segunda Guerra. Seis anos de pesquisa
resultaram em uma excelente obra de aventura que, com doses de amor, coragem e
risco, faz referências à literatura, às estratégias usadas durante as batalhas,
vinhos e música clássica.

A maior parte da ação se passa aos pés dos Alpes Lombardos,
na área do Lago de Garda, norte da Itália, região constantemente sobrevoada
durante a guerra. É ali que o protagonista, após ser abatido em voo, encontra o
amor de uma bela mulher e continua seu combate junto ao grupo de rebeldes
locais. “A caça estimula a busca incessante pela perfeição e essa é a herança
mais importante que ficou para mim”, diz o autor. 

A publicação, nas palavras de Kauffmann, é dedicada aos
pilotos de caça, “heróis do cotidiano, que arriscam suas vidas quase todos os
dias para garantir nossa liberdade”. Nos agradecimentos, fez questão de citar
os principais veteranos de guerra com quem teve a honra de trabalhar. Os
direitos autorais do livro “O Céu da Itália” serão doados ao Museu Aeroespacial
do Campo dos Afonsos, onde Flavio Kauffmann foi conselheiro.

Deixe uma resposta